Escavador

Uma breve história do Escavador

Você já utiliza o Escavador a algum tempo, mas bate a curiosidade de saber como foi criado? Calma, esse artigo vai esclarecer todas as suas dúvidas.

O Escavador nasceu em 11/12/2014, um projeto desenvolvido por até então 3 colegas de faculdade de Ciência da Computação. A ideia inicial era desenvolver um site que tivesse muitas páginas e fosse bem rankeado no Google, o que traria muitas visitas. Sabiam, por experiência, que nomes de pessoas e empresas eram termos extremamente pesquisados e pensaram no que poderiam oferecer com esse tipo de informação.

Primeira versão do Escavador

Assim surgiu o insight da indexação de dados públicos. Obviamente não poderiam divulgar dados privados e sabiam que informações como currículo Lattes e Diários Oficiais não tinham fácil acesso. Começaram pelos currículos e, após o início da indexação dos Diários Oficiais, as visitas ao site foram subindo cada vez mais.

Ah, então foi fácil assim? Não!

Para conseguir indexar e formatar os Diários Oficiais precisaram desenvolver algumas tecnologias, até porque não queriam simplesmente publicar uma cópia do Diário Oficial. Queriam quebrá-lo em processos, organizar e padronizar toda a informação antes de ser exibida no site.

O principal obstáculo da jornada foi justamente a quebra dos Diários e identificação de pessoas que, inicialmente, eram feitas da forma mais incipiente possível. Assim foi até perceberem a necessidade da criação de um mecanismo de Inteligência Artificial que soubesse realizar tal processo, respeitando os padrões de cada Diário.

Devido ao alto nível de esforço necessário para realizar tal método, a previsão de cobertura do Brasil inteiro é para agora, no final de 2017.

Após um tempo do lançamento do site, o Monitoramentos foi criado a partir da procura das pessoas, advogados e empresas pelos seus processos. Foi constatado que alguns usuários entravam sempre para buscar novas movimentações. Então, pensaram: "já que nós publicamos todos os dias os Diários e as pessoas entram com uma certa frequência para procurar atualizações em seus processos, por que não mandamos uma notificação para essa pessoa sempre que tal fato ocorrer?" Inicialmente não foi pensado para ser um produto do site, não possuía limites de termos nem notificações. Quando o projeto foi lapidado, viram nessa ferramenta uma oportunidade de negócio e passaram a voltar os esforços para a mesma. Nesse contexto, a equipe já tinha crescido para otimizar a produção.

Painel do Escavador Monitoramentos

O projeto para o futuro é aprimorar cada vez mais a ferramenta de Monitoramentos, oferecendo novos benefícios para os usuários, indexando para além dos Diários os tribunais, até oferecer uma busca com mais recursos para os assinantes.

Hoje, mais de 180 mil pessoas estão cadastradas no Escavador.

Mais de 50 mil pessoas monitoram termos todos os dias.